07/05/2013

E faltam palavras

Já sentiu alguma vez as palavras faltarem de forma tão absurda ao ponto de não saber descrever como está? Isso não deve ser algo muito normal... Mas é sempre assim, meu aniversário vem chegando e por algum motivo a tristeza que eu havia conseguido (há muito custo por de lado) se apodera da minha mente sem nenhuma permissão, sem razão... sem nenhum motivo identificado. Não sei porque o passado vive me atormentando, não fui uma garota exemplar, mas também não fui nenhuma garota má que foi mandada mil e quinhentas vezes para zilhões de reformatórios ou colégios internou... Acho até que fui bem comum, comum porque apesar de me entupir de atividades extracurriculares (e manter as médias acima de 8) eu poderia facilmente passar desapercebida por ser "sem graça", ou como eles mesmos dizem "sem sal"... Quando eu era menor me sentia não apenas inferior, mas também mais jovem, fora de centro e longe de poder ser comparada com alguma garota popular, e isso porque eu preferia (e ainda prefiro) esconder meu corpo e não mascarar a idade que tenho, não uso maquiagem até hoje (aos vinte anos de idade), as vezes as pessoas pensam até que eu sou relaxada com a minha aparência por usar roupas largas que não revelam NADA do meu corpo. Bem na verdade meu guarda-roupas ta mesmo é precisando de uma fada alá Cinderela, já que ele é infantil e pouco "mulher". E ainda sim o meu estilo não me incomoda... Mas incomoda os outros e eu nem mesmo sei porque.