29/05/2011

...

Quando nascemos, criamos expectativas que nem sempre vamos atender... Muitas vezes nossos familiares esperam que sejamos médicos, doutores, heterossexuais, católicos, evangélicos, religiosos, tementes a um único deus. Esperam que usemos um determinado estilo de roupa, que tenhamos uma postura exemplar, que esqueçamos e reneguemos tudo que eles não aprovam, que sempre digamos SIM a sua vontade, nos dobremos sempre que eles disseram "Você esta errado".

Eu queria, ser perfeita, queria ser como desejam, seguir as tendencias que aprovam, ser o tipo de filha perfeita que eles criaram e cultivaram com amor e educaram com rigidez.

Eu queria... Mas não sou, tenho outro padrão de roupas, desejo outros tipos de amigos, minha profissão muda todos os dias, mesmo já tendo começado a traçar meu futuro, quero outra religião, uma que me abrace, como eu a abraçarei,que não seja imposta não quero ler os mesmos livros que leram...Quero mais, eu busco por mais... Almejo outra vida, tendo ou não sua aprovação... Mesmo que sem ela me sinta incompleta.

Amaria ser compreendida, mas parece que esse desejo é uma exigência grande, para seres de mentalidades tão distintas da minha.
Uma pena, eu realmente gostaria de compartilhar minhas descobertas, frustrações e felicidades... Mas se não dá, tudo bem. Farei o possível para manter em segredo o meu "eu", que agrada só a mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário