05/06/2010

Só Desta Vez

Só Desta Vez

Só desta vez eu queria ficar embebida
embriagada por uma musica que me leva-se alem dos sentidos de dor
Que as feridas se fechassem em um único estante
Mais não foi possível, realizar esse feito o que realmente
Me trouxe o velho e sentido de agonizante

Poderia eu liberar tais lágrimas?
Sem ser interrompida com as palavras ríspidas
E agressiva?
Sem ter que responder o porquê ou esconder
Tais sentimentos, profundos e dolorosos ressentimentos?

Não fui criada em um palácio
Mais tive regras tão severas quantos os mesmo
Que me distanciaram de tudo que realmente seria natural
Ouvir boa musica, ter sempre em seus ouvidos palavras de elogios .

Enquanto o mundo cai
Eu subo no patamar de inocente, criança
Por que Isso dói?
Por que ainda tenho esperança?
Nada nunca sofre mudanças...

O quarto é uma parte de mim
Uma extensão do nada
Da dor, e do amor
Ora azul celeste, ora vermelho sangue.

Sakura Ikari - 20/02/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário