09/02/2010

De cabeça pra baixo

Estou totalmente sem norte. Hoje como qualquer outro dia de terça-feira fiquei com muito tempo livre. E minha mente devagou pro lugares nada agradáveis.

Minha infancia pareceu passara voando... E ao contrario de muitas crianças entre 7 e 12 anos, eu não gritava e esperneava falando "eu quero ser adulta logo" muito pelo contrario, apesar da minha maturidade precose eu sempre gostei de ter minha idade natural, as 12 ainda brincava de pular corda e subia em arvores.

No entanto por mais que eu preferice ser criança, veio a pré-adolescência os problemas com o humor alterado por hormônios o tempo inteiro, a criação de rivais, os novos amigos alguns deles não tão amigos... Algumas traições, brigas, e muitas confusões. Essa parte das brigas foram as mais difíceis de se superar.

E depois disso, veio a adolescência, a temida face, onde os hormônios já descordenados, nos fazem ficar ainda piores, loucos e descontrolado. Passar por ela sem fazer nenhum ato de loucura no estilo Rock (sexo e drogas).

Agora estou no que vai ser a fase mais longa da minha vida, vou me tornar adulta... Como eu queria não crescer, não esquecer de quem eu sou... Não ter responsabilidades que vão acima do meu desejo e dos meus sentimentos.

Dificil não é? a cada dia, eu me sinto mas perdida, o unico rumo que eu tenho é o de que vou me esforçar bastante para ir bem na faculdade. Fora isso, minhas metas estão ente a cadeira e o teclado, escondidas no meu intimo secreto onde as pessoas só podem ver aquilo que eu estou disposta a lhes mostrar. Quer dizer, minhas metas estão todas em meus livros que eu escrevo e posto pouco a pouco, tentando evoluir minhas ideias. E o Meu outro foco é simples manter uma amizade com o Matt um grande amigo que embora nunca tenha me visto fora da telinha do pc, opera milagres para me fazer feliz.
Acho que é isso.


Kissus

Sakura Ikari

Nenhum comentário:

Postar um comentário